Arquivo

Posts Tagged ‘Ferrari’

Massa: “Problema nos motores não é sério”

Piloto da Ferrari explica o que houve no Bahrein e diz o que muda na Austrália

Apesar de ter conquistado a segunda colocação no GP do Bahrein, etapa que abriu a temporada 2010 da F-1, o piloto Felipe Massa sofreu com problemas no motor de sua F10, o que o obrigou a poupar combustível nas voltas finais.

Nesta quinta-feira, em Melbourne, onde os pilotos se preparam para o GP da Austrália, o brasileiro explicou o que houve no motor e disse que o problema ainda não foi totalmente resolvido, mas não chega a incomodar por ora.

Realmente eu tive um problema durante a corrida inteira. A temperatura no meu carro estava muito alta e isso fez com que desde o começo eu usasse uma carburação que precisava de muito mais gasolina, porque isso fazia a temperatura baixar. Era certeza que eu ia tirar o pé nas últimas 25 voltas. A hora de tirar o pé foi depois da primeira parada, senão eu não iria chegar ao final da corrida, explicou.

Problema de consumo a gente não tem. Melhoramos muito do ano passado para esse ano, completou Massa, dizendo que não procedem as informações da imprensa italiana de que a Ferrari já trabalharia uma versão “B” da F10. É lógico que tivemos um problema. Não foi uma quebra. A gente tem oito motores para usar o campeonato inteiro. Isso quer dizer treinos de sexta e sábado. Aqui, vamos usar o mesmo motor, então isso não é um problema sério e realmente acho que fizemos bem trocar o motor no Bahrein.

Massa comentou o desempenho dos carros da Ferrari no Bahrein e disse que com certeza o resultado foi melhor do que o esperado. Entretanto, ele reconheceu que a Red Bull estava mais forte na disputa.

Não fomos os mais rápidos na classificação. Se o [Sebastian] Vettel não tivesse um problema, ele venceria, com certeza, porque o ritmo dele era muito bom. Esse é mais um motivo que temos para trabalhar e ter o melhor carro dentro da pista. Na primeira corrida acho que a Red Bull esteve melhor. A cada corrida tem equipe que traz uma peça nova no carro, muda o jeito de usar pneus, etc., mas acho que a gente tirou mais do que podíamos na corrida.

Sobre Michael Schumacher, seu amigo e que neste ano retornou à F-1 após três anos aposentado, Massa diz que ainda é um pouco cedo para dizer se ele tem ou não a mesma capacidade de antes e que não se pode dizer que ele foi superado por Nico Rosberg logo de cara.

Foi a primeira corrida do ano, em uma pista onde ninguém andou na pré-temporada. O Rosberg é um excelente piloto, pode ser mais rápido que o Michael ou que qualquer um. É muito difícil um piloto como ele perder o talento, mas ele ficou três anos fora. As coisas podem melhorar durante as corridas.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Ferrari renova acordo com Shell até o ano de 2015

Marca e escuderia retomaram parceria na F-1 há 15 anos, desde 1996

A equipe Ferrari renovou seu acordo técnico e comercial com a Shell por mais cinco temporadas.

Os italianos, que retomaram a parceria com a petrolífera em 1996, após um período de parceria entre a marca e a Agip, agora trabalharão em conjunto com a empresa até 2015, no mínimo.

A extensão de nosso relacionamento é outro passo no plano da Scuderia de reforçar seu futuro a longo prazo, e mostra a continuidade e esperança de uma companhia que é líder mundial em seu segmento, afirmou Stefano Domenicali.

A Shell já está com a Scuderia desde o ano de sua criação, em 1929, e já teve um papel significante em muitos de nossos sucessos, completou.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Líder da Ferrari acalma os ânimos e pede humildade

Luca di Montezemolo diz que escuderia italiana ainda tem muito que melhorar

Luca di Montezemolo já está em Melbourne, para acompanhar os preparativos para o GP da Austrália, que acontece neste final de semana. Mais que isso, o presidente da Ferrari tem o objetivo de acalmar os ânimos e colocar os pés de todos no chão.

Apesar da dobradinha no pódio conquistada por sua dupla de pilotos, Felipe Massa e Fernando Alonso, vencedor da corrida no Bahrein, o dirigente diz que o time de Maranello ainda tem muito que melhorar para se garantir no topo.

Devemos ter muita humildade nesta corrida. Sabemos que ainda temos muito a fazer e ainda há muita coisa a ser melhorada, como performance e reabilitação, disse Montezemolo ao site oficial da Ferrari.

É importante nos mantermos com os pés no chão. Em Melbourne será fundamental fazer um ótimo tempo no treino classificatório porque, como é comum em circuitos de rua, largar na frente pode determinar o resultado final.

Apesar do resultado positivo no Bahrein, a Ferrari sofreu com problemas nos motores de seus dois carros. Por isso, os mesmos tiveram de ser trocados antes da corrida, por conta de superaquecimento. No momento, esta é a questão que exige maior dedicação de engenheiros e mecânicos.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Massa discorda de Hamilton sobre desempenho da RBR

Felipe Massa (Ferrari) não concorda com Lewis Hamilton (McLaren) de que o carro da Red Bull, é “absurdamente mais rápido” do que os rivais.

Para o brasileiro, a dupla da Red Bull, Sebastian Vettel e Mark Webber já haviam mostrado nos testes de pré-temporada o forte desempenho do RB6.

Nos testes, a Red Bull pode não ter sido o carro mais rápido em termos de tempo por volta, mas eu percebi que o seu ritmo deles nos long runs era muito forte, disse Massa.0

No geral, nós fomos semelhantes, o que reforça a necessidade de tentar melhorar o nosso carro em todas as corridas durante a temporada, encerrou.

[Fonte: amigosdavelocidade.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google

[Foto] Ferrari presenteia Alonso com novo modelo de sua subsidiária Maserati

Espanhol ganha um GranCabrio, que será lançado no fim do mês de março

Fernando Alonso posa com seu Maserati GranCabrio na pista de testes da Ferrari, em Fiorano, na Itália

Modelo será lançado apenas no fim de março na Europa. O motor 4.7 do GranCabrio tem 440 cavalos

[Fonte: globoesporte.globo.com] - Autor: Globo - Foto: Google

Mercedes pretende reduzir o tempo de pit para 2s5

Equipe alemã ficou na casa dos 3s no Bahrein, mas trabalha para otimizar trocas

A equipe Mercedes de F-1, cujo chefe, Ross Brawn, já admitiu estar um pouco aquém dos times de ponta, como Ferrari, McLaren e Red Bull, trabalhará nos próximos dias na melhoria de seus pit stops.

Para este final de semana, em Melbourne, onde acontece o GP da Austrália, a equipe alemã já apresentará um pacote com diversas melhorias. Entretanto, o plano é ir melhorando o ritmo a cada disputa.

De acordo com a publicação seminal alemão Der Spiegel, o time de Brackley mantém o foco agora na troca de pneus e pretende diminuir para 2s5 o tempo necessário para trocar os compostos.

Para tanto, a Mercedes já desenvolveu um novo macaco, que permitirá levantar o carro mais rapidamente, facilitando o trabalho dos mecânicos.

Antes do GP do Bahrein, a Red Bull havia dito que sua troca de pneus levaria 1s8. Entretanto, na corrida de abertura do campeonato as equipes fizeram uma média de 3s5 a 4s.

De acordo com um porta-voz da Mercedes, por ora o tempo de 3s5 está razoável, mas dentro de algum tempo ele deve baixar muito. 2s5 seria uma meta bem realista, disse.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Vocês não viram nada ainda, crê a Ferrari

No último domingo, no Bahrein, a escuderia italiana Ferrari começou a temporada 2010 de Fórmula 1 com uma dobradinha. O espanhol Fernando Alonso, estreando na equipe, venceu o GP e Felipe Massa, retornando de acidente, foi o 2º colocado.

Mas Stefano Domenicali, o chefão da Ferrari, entende que esse foi apenas o começo e o time de Maranello pode se apresentar ainda melhor durante esse campeonato.

Tivemos uma série de problemas e conseguimos um bom desempenho, explica o diretor-esportivo. Mesmo assim fizemos um bom trabalho. Mas podemos fazer melhor. Foi um final de semana nota 8 e não 10, seguiu.

Claro que foi um grande resultado completar a corrida em 1º e 2º. Mas é uma longa temporada e temos uma longa lista de problemas para resolver antes do GP da Austrália. E não queremos que ele se repitam, encerrou Domenicali.

A etapa australiana, segunda do Mundial, acontece no domingo – dia 28/3 – a partir das 03h00 (Brasília).

[Fonte: amigosdavelocidade.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google