Arquivo

Posts Tagged ‘Stefano Domenicali’

Ferrari renova acordo com Shell até o ano de 2015

Marca e escuderia retomaram parceria na F-1 há 15 anos, desde 1996

A equipe Ferrari renovou seu acordo técnico e comercial com a Shell por mais cinco temporadas.

Os italianos, que retomaram a parceria com a petrolífera em 1996, após um período de parceria entre a marca e a Agip, agora trabalharão em conjunto com a empresa até 2015, no mínimo.

A extensão de nosso relacionamento é outro passo no plano da Scuderia de reforçar seu futuro a longo prazo, e mostra a continuidade e esperança de uma companhia que é líder mundial em seu segmento, afirmou Stefano Domenicali.

A Shell já está com a Scuderia desde o ano de sua criação, em 1929, e já teve um papel significante em muitos de nossos sucessos, completou.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

“Não podemos agir com a emoção”, diz Domenicali

Chefe da equipe Ferrari explica os planos da escuderia para o GP da Austrália

Stefano Domenicali, chefe da equipe Ferrari de F-1, ganhou uma motivação a mais na Austrália, onde acontece a segunda etapa da temporada. O italiano viu sua dupla de pilotos, Felipe Massa e Fernando Alonso, conquistarem uma dobradinha no Bahrein, o que colocou o time de Maranello no topo.

Entretanto, para o dirigente não basta apenas seguir essa fase. É preciso que a equipe mantenha os pés no chão para buscar resultados ainda melhores, além de conseguirem superar os problemas no motor que atrapalharam o desempenho da F10.

Ficaria muito feliz se nossa escuderia pudesse terminar em primeiro e segundo em todas as corridas. Entretanto, ainda é muito cedo para tirarmos conclusões e não podemos agir de uma maneira emocional, afirmou.

Precisamos esperar e vê como as corridas evoluem durante a temporada e, então, estudá-las calmamente, baseados em evidências.

A escuderia, que já está em Melbourne, para o GP da Austrália, destacou em seu site oficial uma certa limitação que encontrou no paddock, já que estava acostumada a trabalhar com mais especo antes da chegada das novas equipes.

O espaço para trabalho está ainda mais limitado neste ano, com a chegada de dois novos times. Entretanto, há uma área comum às equipes, substituindo o que falta em facilidade, com o charme e atmosfera que um único paddock no calendário pode oferecer, com grama do lado de fora dos escritórios e áreas de hospitalidade.

No momento, os engenheiros da Ferrari trabalham para melhorar a performance do carro e resolver possíveis problemas no motor, incluindo análise de dados e medidas contra o superaquecimento, apresentado no Bahrein.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Vocês não viram nada ainda, crê a Ferrari

No último domingo, no Bahrein, a escuderia italiana Ferrari começou a temporada 2010 de Fórmula 1 com uma dobradinha. O espanhol Fernando Alonso, estreando na equipe, venceu o GP e Felipe Massa, retornando de acidente, foi o 2º colocado.

Mas Stefano Domenicali, o chefão da Ferrari, entende que esse foi apenas o começo e o time de Maranello pode se apresentar ainda melhor durante esse campeonato.

Tivemos uma série de problemas e conseguimos um bom desempenho, explica o diretor-esportivo. Mesmo assim fizemos um bom trabalho. Mas podemos fazer melhor. Foi um final de semana nota 8 e não 10, seguiu.

Claro que foi um grande resultado completar a corrida em 1º e 2º. Mas é uma longa temporada e temos uma longa lista de problemas para resolver antes do GP da Austrália. E não queremos que ele se repitam, encerrou Domenicali.

A etapa australiana, segunda do Mundial, acontece no domingo – dia 28/3 – a partir das 03h00 (Brasília).

[Fonte: amigosdavelocidade.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google

 

No Brasil, Massa avisa: “Pretendo correr por muito tempo”

Felipe Massa nunca escondeu a sua admiração por Michael Schumacher. A inspiração no alemão é tanta que o brasileiro pretende segui-lo também quando se fala em longevidade nas pistas. “Ainda pretendo correr por muito tempo”, comentou o piloto da Ferrari, durante uma visita às oficinas da JL, base técnica da Fórmula Future Fiat.

Questionado sobre a possibilidade de ir às oficinas de um dia dividir retas e curvas da Fórmula 1 com o campeão de 2010 da categoria que está apadrinhando em sua criação no Brasil, Massa reagiu com naturalidade. Por que não? Ainda sou novo, tenho 28 anos, e o Schumacher está correndo novamente aos 41, observou.

Em uma breve passagem pelo país antes do GP da Austrália, Felipe contou que partiu dele a sugestão de dar uma vaga ao campeão da temporada inaugural da categoria no Driver Academy, programa de desenvolvimento da Ferrari. Conversei com o diretor-geral Stefano Domenicali e ele gostou da ideia, lembrando que o Brasil tem grande tradição na formação de pilotos, afirmou.

Recebido pelos irmãos Felipe e Zequinha Giaffone, dirigentes da JL, Massa conheceu o paranaense Jonathan Louis, que foi ver o carro pela primeira vez e esteve acompanhado do paulista Felipes Apezzatto. As duas revelações do kart brigarão pelo prêmio mais atraente já oferecido no automobilismo brasileiro.

O Ferrari Driver Academy representa uma oportunidade rara de chegar à Formula 1. Será como entrar numa faculdade importante, na qual o aluno poderá aprender, crescer a cada dia e sonhar com um grande futuro, analisou Massa.

Massa passou por dificuldades no início da carreira por falta de patrocínio. Daí, a ideia de apoiar novos talentos. Já me vi na situação de ter de vencer corrida para ter a garantia de que estaria na próxima, recordou. Esta é uma grande oportunidade. O que a molecada tem de fazer agora é acelerar e aprender o máximo possível, comentou.

Além da vaga no Ferrari Driver Academy, o campeão ganhará a temporada paga na Fórmula Abarth na Itália em 2011, enquanto o segundo, terceiro e quarto colocados testarão o Fórmula 3 da equipe francesa Signature, uma das principais forças da série européia.

[Fonte: espnbrasil.terra.com.br] - Autor: ESPN/AgGE - Foto: Google

Domenicali quer crescer em cima de 1-2 do Bahrein

“Foi muito emocionante, mas preciso dizer que tivemos um inverno muito difícil”

Apesar do domínio da Ferrari no GP do Bahrein, Stefano Domenicali afirmou que não pode dar uma nota dez ao time por sua atuação na etapa de abertura da temporada 2010.

De acordo com o chefe da escuderia de Maranello, apesar de não ter ficado claro nas câmeras de televisão, o F10 apresentou alguns problemas que precisam ser resolvidos antes da próxima corrida, o GP da Austrália, no dia 28.

Se não nos classificarmos com um bom resultado quando conquistarmos uma dobradinha, então não sei o que fazer. Mas, considerando alguns problemas que tivemos de resolver, posso dizer que nossa nota foi oito, analisou.

Acabamos de fazer uma checagem de todos os problemas que enfrentamos nos três dias que tivemos no Bahrein. Claro que o resultado, no fim, foi muito bom, excelente. Foi uma conquista maravilhosa, mas temos uma lista de problemas alta para resolver antes de Melbourne.

Por fim, Domenicali disse que o resultado foi, na verdade, um grande alívio: Foi muito emocionante, mas preciso dizer que tivemos um inverno muito difícil, e não podemos esquecer do ano passado. Este foi um início diferente, e a partir dele, podemos fazer coisas realmente boas, encerrou.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Ferrari desenvolve versão B da F10

De acordo com a revista italiana Autosprint, a Ferrari trabalha na versão B da F-10. A publicação afirma que o time italiano contratou Giuseppe Azzolloni – especialista em Dinâmica de Fluido Computacional (CDF), para realizar o desenvolvimento de um novo difusor duplo.

Acredita-se que o conceito de Azzolloni para o difusor siga o design do TF100, carro da Toyota que seria utilizado neste ano. Para a etapa da Austrália, a escuderia deve realizar novas mudanças, já que os motores de Fernando Alonso e Felipe Massa foram trocados antes do GP do Bahrein.

A temperatura do motor é resultado da aerodinâmica do carro, por isso temos que trabalhar para ter certeza de que não teremos mais esses problemas para as próximas corridas, disse Stefano Domenicali, chefe da equipe.

[Fonte: amigosdavelocidade.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google

Após críticas, Domenicali apoia novatas

Stefano Domenicali, chefe da equipe Ferrari declarou que a escuderia italiana apoia a luta dos novos times da F-1, para que andem no mesmo ritmo das demais.

Durante a pré-temporada, a Ferrari criticou a falta de estrutura dos times. É necessário olhar para a frente, para que essas equipes fiquem mais próximas de nós. Ter dois grupos de carros com velocidades diferente não é bom para ninguém, disse Domenicali.

A Lotus comemorou o fato de terminar o GP do Bahrein com seus dois carros. Mas, Heikki Kövalainen chegou uma volta atrás e Jarno Trulli três. Sendo ambos no treino classificatório, cinco segundos mais lentos que o pole.

[Fonte: amigosdavelocidade.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google