Arquivo

Posts Tagged ‘José Maria Lopez’

Argentino está “perturbado” com estreia frustrada na F-1, diz pai do piloto

Pechito López também não conseguiu vaga de piloto de testes na Hispania, ex-Campos

O argentino José María Pechito López, que correria a temporada da Fórmula 1 pela US F1, está perturbado com a estreia frustrada na principal categoria do automobilismo, segundo seu pai, José López.

Estou cansado. Acabou essa história, porque vem perturbando a cabeça de meu filho.

Pechito, de 26 anos, já havia visto o fracasso da escuderia americana, que não conseguiu verba para o Mundial de 2010. Nesta sexta-feira (5), ele também perdeu a oportunidade de ser piloto de testes da Hispania, ex-Campos, do brasileiro Bruno Senna.

Segundo o empresário do piloto, Felipe McGough, o argentino não tem mais chances na categoria.

Frustraram-se todas as possibilidades de Pechito correr na F-1.

[Fonte: esportes.r7.com] - Autor: GazetaPress - Foto: Google

José Maria Lopez definitivamente afastado da F1 em 2010

Bastante desiludido com o desenlace do caso USF1, José Maria Lopez não estará ligado, de forma alguma, com qualquer das equipas que vão participar no Mundial de F1 deste ano, ao mesmo tempo que o empresário do piloto argentino pondera agora a possibilidade de avançar judicialmente contra os responsáveis da formação norte-americana.

O empresário de Lopez, Felipe McGough, revelou que as hipóteses que existiam de Lopez se juntar à HRT Racing se tornaram nulas a partir do momento em que Karun Chandhok foi anunciado ao lado de Bruno Senna, rejeitando ainda a possibilidade de ser apenas o terceiro piloto.

De acordo com algumas informações, a USF1 não terá devolvido a garantia monetária de cerca de 830 mil dólares, o que terá comprometido a sua oferta posterior à HRT. Face a esta situação, Lopez e o seu grupo de empresários estarão a ponderar a hipótese de avançar com uma acção judicial contra a USF1, de forma a reaverem o seu dinheiro

[Fonte: autosport.aeiou.pt] - Autor: Da Redação - Foto: Google

FIA divulga lista oficial sem USF1 e Stefan GP

A FIA já divulgou a lista oficial e final de participantes da temporada de 2010 do Mundial de Fórmula 1, onde foi confirmada a exclusão da USF1, ficando igualmente a saber-se que a Stefan GP não vai lograr ficar, este ano, com a vaga deixada disponível pela equipa norte-americana.

Assim sendo, o Mundial de F1 vai ter 12 equipas e 24 pilotos, mais quatro que o ano passado. A FIA anunciou também que dentro em breve vai divulgar os detalhes para o novo processo de candidaturas para a ocupação do ‘slot’ agora deixado livre pela USF1, para a entrada em 2011.

A ‘nova’ equipa espanhola denomina-se HRT (Hispania Racing Team) e Bruno Senna está confirmado, o que não sucede, para já, com Karun Chandhok, devendo sê-lo ainda hoje, ou amanhã, em Espanha.

Pilotos

1    Jenson Button (GBR)
2    Lewis Hamilton (GBR)
3    Michael Schumacher (DEU)
4    Nico Rosberg (DEU)
5    Sebastian Vettel (DEU)
6    Mark Webber (AUS)
7    Felipe Massa (BRA)
8    Fernando Alonso (ESP)
9    Rubens Barrichello (BRA)
10  Nico Hulkenberg (DEU)
11  Robert Kubica (POL)
12  Vitaly Petrov (RUS)
14  Adrian Sutil (DEU)
15  Vitantonio Liuzzi (ITA)
16  Sébastien Buemi (CHE)
17  Jaime Alguersuari (ESP)
18  Jarno Trulli (ITA)
19  Heikki Kovalainen (FIN)
20  Falta anunciar
21  Bruno Senna (BRA)
22  Pedro De La Rosa (ESP)
23  Kamui Kobayashi (JPN)
24  Timo Glock (DEU)
25  Lucas di Grassi (BRA) 

 
 Equipas

 Vodafone McLaren Mercedes
Mercedes GP Petronas
Red Bull Racing
Scuderia Ferrari Marlboro
AT&T Williams
Renault F1 Team
Force India F1 Team
Scuderia Toro Rosso
Lotus Racing
HRT F1 Team
BMW Sauber F1 Team
Virgin Racing

[Fonte: AutoSport] - Photo: Google

Lopez’s manager slams US F1 boss

Jose Maria Lopez’s manager Felipe McGough has criticised US F1 team boss Ken Anderson, saying he is the main culprit for the American squad failing to reach the Formula 1 grid.

The main culprit of all this is Ken Anderson, McGough told Argentina’s FOX Sports in a telephone interview.

“These people fooled the FIA, FOTA and all the teams, FOM, all the employees they hired, Pechito Lopez, and Milos Pavlovic, the other driver they had signed to be in the project.

It’s not that they fooled us only. The situation of US F1 in Europe is some sort of scandal amongst teams because it makes F1 looks very bad. Argentina is just a small part of the problem, but it’s a very, very big for Formula 1.

McGough said he was not aware of any problems with the team when Lopez signed a deal to race with it.

He added: We signed the deal just 48 hours after the FIA sent an inspector to Charlotte and confirmed that the project was fully underway.

McGough said Lopez had been finally released from his contract and was now set to become Hispania Racing’s reserve driver.

We spent all day talking with the team, he added. “We finally managed to get released from the contract with the US F1 team. We had a meeting with Ken Anderson, with Chad Hurley’s representatives, with Peter Windsor and with team’s lawyers.

“It was a very complex situation because they had not breached the contract, but we knew they would not make it to Bahrain. So we had to find a solution so Jose Maria would not be tied to the team and he could find an alternative.

And that’s what we achieved after a lot of hours of negotiation.

McGough claimed Anderson or sporting director Peter Windsor had promised to travel to Argentina to apologise and to offer an explanation about the situation.

[Fonte: autosport.com] - Autor: Pablo Elizalde - Foto: Google

Pai de Lopez: “Pagamos por vaga que não existia”

Piloto argentino ficou “a pé” após anúncio da USF1 de que não corre neste ano

O argentino Jose Maria Lopez, único piloto contratado pela USF1, demonstrou grande decepção com o fato de a equipe norte-americana ter adiado sua entrada na F-1 para 2011.

O competidor, que chegou a receber apoio da presidente argentina Cristina Kirchner, também não conseguiu obter sucesso em sua tentativa de competir pela Campos, que já assinou com o indiano Karun Chandhok para ser o companheiro de Bruno Senna.

Segundo o pai de Jose Maria Lopez, que deu uma entrevista ao jornal argentino El Clarin, o fato de pagar por uma vaga que não estava lá é algo “desapontador”.

– É uma grande decepção para nós, porque nos venderam uma vaga que não estava lá – afirmou o pai do piloto de 26 anos.

A esperança derradeira de Lopez é que a Stefan GP consiga uma vaga no grid e opte por contratá-lo para ser o parceiro de Kazuki Nakajima. A possibilidade de isso acontecer, no entanto, é pequena, já que Zoran Stefanovic, dono do time, já disse que pretende contratar o veterano Jacques Villeneuve.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google

USF1 pede à FIA para adiar sua estreia para 2011

Pedido vem após sucessivas tentativas de fusão com Campos e Stefan GP

A equipe norte-americana USF1 fez um pedido formal à FIA para não correr a temporada 2010 da principal categoria do automobilismo e adiar sua estreia no grid apenas no próximo ano.

Ken Anderson e Chad Hurley, principais dirigentes do time, garantiu, no entanto, que o desejo de correr em 2011 segue firme, apesar dos problemas para esta temporada.

O pedido para se retirar da lista de inscritos vem após sucessivas tentativas de uma fusão ou parceria para salvar a equipe. Recentemente, houve conversas entre Campos e USF1 para que formassem um time só, o que não surtiu efeito.

A Stefan GP, que disputa uma vaga no grid para este ano, também demonstrou interesse em negociar com a equipe norte-americana, mas a proposta também não se concretizou.

Com a saída definitiva da USF1, o argentino Jose Maria Lopez fica sem time para competir na F-1. Sua única esperança, no momento, é negociar com a Stefan para ocupar a vaga de segundo piloto, caso o time estreie mesmo na F-1.

Sem a USF1 no grid, as portas ficam abertas para a Stefan, que já tem carros e um piloto, o japonês Kazuki Nakajima, contratado.

A Campos, por sua vez, segue na mesma. Após Jose Ramon Carabante adquirir a totalidade da equipe, ela busca correr contra o tempo para construir seus carros até o GP do Bahrein e dar a oportunidade de Bruno Senna e Karun Chandhok estrearem na F-1.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação - Foto: Google

Pechito López se aleja de la F-1

López podría quedarse sin correr en F1BUENOS AIRES — La tan ansiada fusión entre el USF1 y el Campos Meta habrían fracasado por lo que las chances del piloto argentino José María López de conseguir una butaca en la Fórmula Uno para esta temporada prácticamente quedaron truncas.

Mientras que del lado del cordobés no se conoce ninguna versión sobre el tema, Chad Hurley, principal inversor del USF1, no aceptó los términos que impuso el equipo español y prefirió continuar con su proyecto de manera individual, por lo que la unión entre las escuderías se habría caído definitivamente.

En tanto, Collin Kolles, responsable técnico del Campos Meta, dio el primer indicio de la crónica de una resolución anunciada, aseverando que el piloto indio Karun Chandhok estaría muy cerca de firmar con la escudería, que ya contaba con el brasileño Bruno Senna.

En otro orden, durante las últimas horas no sólo Chandhok fue mencionado como posible piloto del equipo Campos, donde el sobrino de Ayrton Senna tiene contrato, sino que además el Stefan GP, con el apoyo de Bernie Ecclestone, podría conseguir la ansiada plaza en el Mundial 2010 de Fórmula Uno, según lo anunció el sitio ultimavuelta.com. El equipo serbio, que ya cuenta con Kazuki Nakayima en su escuadra, sería la última y definitiva esperanza del argentino López.

Los americanos tienen en su poder la licencia y ya estarían comenzando las gestiones para fusionarse con el Stefan GP y así resolver la intrincada situación. Ahora, el panorama está planteado de otra manera y las negociaciones arrancarían desde cero. El team serbio, que comanda el millonario Zoran Stefanovic y que cuenta con Kazuki Nakayima como uno de los pilotos confirmados, sería la última alternativa para que “Pechito” cumpla el sueño de todos y se quede con la única butaca que resta definirse de la F1.

[Fonte: espndeportes.espn.go.com] - Autor: DYN - Foto: Google