Arquivo

Archive for dezembro \31\UTC 2009

Campos reafirma compromisso com a F-1 para 2010

Equipe lança comunicado para rebater crítica de Bernie sobre futuro do time

A equipe Campos emitiu nesta quinta-feira, 31, um comunicado no qual desmente a recente declaração de Bernie Ecclestone de que o time não conseguirá participar da temporada de 2010 da F-1.

O dirigente britânico afirmou que, ao lado da USF1, a nova escuderia espanhola não conseguirá atingir o orçamento necessário para fazer sua estreia na categoria e se manter ao longo de todo o próximo campeonato na ativa.

Mas a direção da equipe, cujo único piloto confirmado até o momento é o brasileiro Bruno Senna, nega que o projeto corra riscos de não ser concluído.

Trabalhamos arduamente nas últimas semanas para atingir nossos objetivos, disse o comunicado. Estamos sofrendo com as mudanças nas regras da FIA desde que entramos na F-1, mas apesar das dificuldades, nunca consideramos a possibilidade de desistir do campeonato.

Nosso projeto é sólido como sempre foi e nós podemos confirmar que estaremos no Bahrein em março e, claro, em Abu Dhabi em novembro.

Adrian Campos acrescentou: Depois de investir £ 10 milhões, ninguém está pensando em sair. É exatamente o contrário.

Estamos cumprindo todas as exigências técnicas impostas pela FIA para alcançarmos nosso objetivo, concluiu.

[Fonte: tazio.uol.com.br]
Anúncios

Rosberg critica conduta “antidesportiva” de Schumi

Ex-piloto da Williams utiliza exemplo de Spa’2000 para justificar argumento

Nico Rosberg, novo piloto da equipe Mercedes e companheiro de equipe de Michael Schumacher para a temporada de 2010, levantou mais uma polêmica a respeito do retorno do alemão à F-1.

O filho de Keke Rosberg criticou a conduta antidesportiva do heptacampeão nas disputas por posições ao longo de seus anos na categoria. Para ilustrar a situação, Nico exemplificou falando sobre a épica disputa entre Schumi e Mika Hakkkinen, no GP da Bélgica de 2000.

Michael Schumacher começou com isto, como em Spa, quando Mika Hakkinen tentou ultrapassá-lo e ele o jogou para a parte externa da pista, disse.

Quando o cara atrás de você tomou a decisão de ultrapassá-lo e o cara da frente joga o carro em cima, é muito perigoso. Você não pode fazer isso. Esta foi a primeira vez que eu me lembro de ter visto uma questão perigosa sobre isso, concluiu.

[Fonte: tazio.uol.com.br]

Hamilton: “Estou ansioso para ver Schumi de volta”

“Ele é uma lenda, um cara muito legal”, afirma o campeão mundial de 2008

Lewis Hamilton, campeão mundial de F-1 em 2008, mostrou-se bastante empolgado com o retorno de Michael Schumacher à categoria.

O britânico já havia demonstrado entusiasmo quando o alemão anunciou que substituiria Felipe Massa na Ferrari após o acidente do brasileiro no treino de classificação para o GP da Hungria, no fim de julho deste ano.

No entanto, com o acerto de Schumi com a Mercedes já confirmado, Lewis realizará um sonho de infância: correr contra o maior piloto da história da categoria.

É ótimo ter Michael de volta na F-1, disse o inglês. Ele é uma lenda, um cara muito legal e estou feliz por ele ter mais uma vez a oportunidade de fazer o melhor trabalho do mundo.

Costumava assistir às corridas de Schumacher quando eu estava nas categorias menores e sempre esperei chegar à F-1 enquanto ele ainda estivesse na categoria.

Agora, estou realmente ansioso para vê-lo na pista e de volta ao topo, encerrou.

[Fonte: tazio.uol.com.br]

Lauda: “No apostaría mi dinero por Schumacher”

El tres veces campeón del mundo, que sabe lo que significa volver a la competición tras algunos años fuera de ella, cree que el ‘Káiser’ será competitivo, pero no apostaría por él, aunque semanas atrás decía algo diferente.

Niki Lauda, pese a que han pasado 24 años de su última carrera de Fórmula 1, nunca ha vivido separado de ella. El ex piloto austríaco, tres veces campeón del mundo (1975, 1977 y 1984), ha dado su opinión sobe el regreso de Michael Schumacher, considerándolo competitivo pero no el máximo candidato al título.

En declaraciones al diario alemán Bild el ex piloto de 60 años lanzó un aviso al siete veces campeón del mundo: Todo depende del coche y al final de la temporada pasada Vettel tuvo el mejor. Lo que es seguro es que en la actualidad hay más pilotos fuertes en la pista que durante los últimos años Schumacher, declaró.

Lauda no descartó que Schumacher sea competitivo, pero de lo que sí puso en duda fue si es serio candidato al triunfo final en noviembre: No hay duda de que podrá seguir el ritmo. Pero no apostaría mi dinero, sentenció el ex piloto, que semanas atrás había declarado en la emisora pública Radio Wien que Schumacher puede volver a ganar. Tiene más potencial que todos sus rivales más jóvenes.

Cabe añadir que en agosto, cuando tuvo lugar el regreso fallido del Káiser para sustituir a Felipe Massa, la visión de Lauda era positiva: Schumacher está mentalmente preparado para la competición. Olvídate de la edad, está en forma, se está entrenando y mentalmente está preparado para la competición.

Lauda tiene la experiencia de saber qué significa volver a la competición tras varios años estando fuera de ella. El austríaco dejó la F1 en 1979, con dos títulos bajo el brazo (ambos con Ferrari) y tras dos temporadas sin correr, regresó en 1982 con McLaren, escudería con la que lograría su tercera corona en 1984, con 35 años. 1985 sería, definitivamente, su última temporada. Asimismo, cabe señalar que en 1976 estuvo dos carreras sin participar tras el grave accidente que sufrió en Nürburgring en agosto.

[Fonte: motor21.com] - Translate: PT/BR.

Chefe da Toro Roso, sobre Ralf: “É um disparate”

Dirigente da equipe italiana nega categoricamente o interesse no alemão

Franz Tost, chefe da Toro Rosso, negou qualquer intenção em contar com os serviços de Ralf Schumacher para a temporada de 2010 da F-1.

O irmão de Michael Schumacher voltou à mídia ao longo desta semana, quando foi divulgado um possível interesse tanto da escuderia italiana quanto da Renault em promover o retorno do ex-piloto de Jordan, Williams e Toyota à categoria.

Sébastien Buemi já está confirmado como um dos pilotos da Toro Rosso para o próximo campeonato. No entanto, a vaga de Jaime Alguersuari segue ameaçada.

Não sei nada sobre ele. É isso. Não há nada para ser dito, afirmou Tost à revista “Auto, Motor und Sport”. No que me diz respeito, é um disparate, encerrou.

[Fonte: tazio.uol.com.br]

Stefan S01 passou no ‘crash-test’ da FIA

Nas grelhas da F1 ou em testes em 2010

De acordo com um comunicado da Stefan GP esta revelou que o seu monolugar, o S01, já passou no ‘crash-test’ da FIA. A equipa de capitais sérvios, continua apostada em alinhar no Mundial de F1 de 2010, e depois de adquirir os direitos intelectuais do projecto do Toyota TF110, caso não o consiga, pretende montar um plano de testes para o próximo ano, suportado num programa de ensaios para jovens pilotos, já que mantendo-se fora do Pacto da Concórdia, a Stefan GP não tem qualquer impedimento para testar em 2010, podendo financiar os seus testes através de pilotos pagantes, oferecendo mesmo os seus préstimos a equipas que possam competir na temporada de 2010 e mudem de pilotos.

[Fonte: autosport.aeiou.pt]
Categorias:Uncategorized Tags:, , ,

[DN Portugal]: Patrocínio do Turismo de Portugal a Álvaro Parente em risco?

Virgin Racing assegura que tem acordo que prevê o encaixe de dois  milhões de euros provenientes do organismo estatal. Britânicos mostram-se preocupados pela ausência de contactos por parte dos portugueses já desde o início do mês

O futuro de Álvaro Parente na equipa de Fórmula 1 Virgin Racing está em risco por, alegadamente, o Turismo de Portugal não ter concretizado o patrocínio de dois milhões de euros com que se terá comprometido. Situação que poderá fragilizar a posição do piloto na escuderia na próxima época.

Segundo informações recolhidas pelo DN junto de fonte, em Inglaterra, com ligações à marca britânica, a Virgin Racing F1- propriedade do multimilionário inglês Richard Branson – tem um princípio de acordo com o Turismo de Portugal, sendo que estranha não receber quaisquer contactos por parte do organismo estatal desde o início deste mês.

O entendimento – as partes trocaram e-mails e o contrato está redigido, faltando somente a assinatura pelo Turismo de Portugal – envolve o pagamento de sensivelmente dois milhões de euros e permitiria à instituição ter o nome associado à Virgin, numa espécie de contrato de patrocínio.

Os primeiros contactos entre o Turismo de Portugal e a Virgin foram encetados há cerca de dois meses. A fonte da Virgin Racing F1 contactada pelo DN garantiu ainda que o Turismo de Portugal ter-se-á comprometido a assinar, no papel, o princípio de entendimento que terá ficado acordado entre as partes. Contudo, ainda não o fez até à data, facto que só complica o regresso de um piloto português à Fórmula 1.

O contrato de patrocínio possibilitaria ao Turismo de Portugal ter o nome associado à Virgin, como já referimos… e não apenas no monolugar da escuderia inglesa de Fórmula 1, anteriormente denominada por Manor. O contrato envolvia o nome do organismo estatal em todos os contactos com os media, em cruzeiros e agências de viagens. Álvaro Parente – que é agenciado pelo empresário Jorge Mendes, o mesmo de Cristiano Ronaldo e de José Mourinho – será no Mundial de F1, em 2010, piloto de testes da equipa britânica. O alemão Timo Glock e o brasileiro Lucas Di Grassi serão os dois “titulares” da Virgin e aqueles que, à partida, irão marcar presença nos grandes prémios do Mundial de Fórmula 1.

Num outro campo, e tendo como base alguns dados obtidos pelo DN, o investimento da Virgin Racing em Álvaro Parente, durante o ano de 2010, será mesmo superior a dois milhões de euros, caso se confirme a presença do piloto no campeonato GP2 Series – algo unicamente possível, no entanto, se houver um entendimento entre a Virgin e o Turismo de Portugal -, à qual se juntará o simulador de Fórmula 1, tal como as sessões de testes oficiais que estarão já agendadas ao volante de um monolugar da escuderia inglesa liderada por Richard Branson.

[Fonte: dn.pt] - Tiago Silva Pires