EquipesPilotosCalendárioClassificaçãoFotosPit BabesAo Vivo

Sauber deve copiar inovação da McLaren no C29

Sistema de entrada de ar ativado pelos pilotos agradou equipes rivais

De acordo com rumores no pitlane de Melbourne nesta quarta-feira, a Sauber deve copiar o sistema de refrigeração criado pela McLaren e apresentado nos testes pré-temporada.

A inovação é uma pequena entrada de ar na parte frontal do cockpit, que se abre por meio de uma manivela pressionada pelos pilotos com o joelho esquerdo.

Quando os pilotos liberam a entrada, o ar passa por dentro do carro e tira a eficiência da pressão aerodinâmica, gerando mais velocidade em linha reta.

No entanto, não se sabe se o time suíço utilizará a cópia neste fim de semana. “Me pergunte na sexta”, afirmou o diretor técnico da equipe, Willy Rampf.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Renault terá patrocínio de financiadora nas laterais

Acordo tem início neste fim de semana, na Austrália, e vai até o GP de Mônaco

A partir do GP da Austrália de F-1, a Renault passará a ter patrocínio nas laterais dos modelos R30.

Os carros de Robert Kubica e Vitaly Petrov terão o logotipo da DIAC, empresa de financiamento de automóveis, que é uma subsidiária do banco RCI, integrante do Grupo Renault.

O acordo será válido até o GP de Mônaco, marcado para o fim do mês de maio.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Piloto da McLaren diz que armação na Austrália o tornou um homem melhor

O piloto inglês Lewis Hamilton retorna neste final de semana ao palco de um escândalo protagonizado por ele e pela McLaren, sua equipe.

No último GP da Austrália, o inglês conquistou um lugar no pódio após dizer aos comissários que o italiano Jarno Trulli, à época piloto da Toyota, havia ultrapassado o campeão mundial durante o período de safety car, o que é proibido.

A afirmação, no entanto, foi desmentida depois, quando descobriram que lhe foi pedido para deixar Trulli ultrapassá-lo. Em decorrência desta mentira, Hamilton e sua equipe foram severamente punidos, o que o deixou com o pensamento de até abandonar a F-1.

Sempre tive boas experiências aqui e não vejo a do último ano como um episódio ruim. Vejo isto como uma pedra na minha vida que superei e que me deu algum aprendizado, disse o companheiro de Jenson Button.

O ano de 2009 foi muito difícil. Aprendi muito sobre construir um time e levantar uma equipe. Eles fazem muito, mas no final do dia sou eu quem precisa mostrar resultados para eles, completou.

Apesar de comentar o assunto, Hamilton diz que prefere esquecer este episódio e manter o foco na reabilitação da McLaren, quem sabe até conquistando a primeira vitória do time na temporada.

Quando você está em um carro de corrida a 200km/h, você precisa pensar longe, para frente. E penso na minha vida dia a dia. Tudo passa muito rapidamente e você precisa estar preparado para o que vem, não para o que aconteceu no passado.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Líder da Ferrari acalma os ânimos e pede humildade

Luca di Montezemolo diz que escuderia italiana ainda tem muito que melhorar

Luca di Montezemolo já está em Melbourne, para acompanhar os preparativos para o GP da Austrália, que acontece neste final de semana. Mais que isso, o presidente da Ferrari tem o objetivo de acalmar os ânimos e colocar os pés de todos no chão.

Apesar da dobradinha no pódio conquistada por sua dupla de pilotos, Felipe Massa e Fernando Alonso, vencedor da corrida no Bahrein, o dirigente diz que o time de Maranello ainda tem muito que melhorar para se garantir no topo.

Devemos ter muita humildade nesta corrida. Sabemos que ainda temos muito a fazer e ainda há muita coisa a ser melhorada, como performance e reabilitação, disse Montezemolo ao site oficial da Ferrari.

É importante nos mantermos com os pés no chão. Em Melbourne será fundamental fazer um ótimo tempo no treino classificatório porque, como é comum em circuitos de rua, largar na frente pode determinar o resultado final.

Apesar do resultado positivo no Bahrein, a Ferrari sofreu com problemas nos motores de seus dois carros. Por isso, os mesmos tiveram de ser trocados antes da corrida, por conta de superaquecimento. No momento, esta é a questão que exige maior dedicação de engenheiros e mecânicos.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Bridgestone revela esquema de pneus até a Turquia

Fornecedora de compostos para a F-1 optou pelos macios e duros em 4 etapas

A Bridgestone, fornecedora oficial de pneus para a F-1, anunciou os compostos que serão utilizados até o GP da Turquia, que acontece no dia 30 de maio.

Na última semana, a empresa anunciou que para o GP da Austrália seriam utilizados pneus macios e duros. Agora, ela confirmou a programação para as próximas cinco corridas.

As opções macio e duro foram as escolhas para Malásia, China, Espanha e Turquia, sendo que em Mônaco serão utilizados os super macios e os pneus médios.

Escolher quais compostos utilizar é sempre uma decisão difícil, especialmente quando não sabemos exatamente como estará o tempo durante os três dias de atividades, disse Hirohide Hamashima , chefe de desenvolvimento de pneus.

A performance de pneus no Bahrein foi boa, mas seguimos atentos, pois a segurança é nossa maior preocupação.

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google

Bruno Senna: “Equipe só deve ter evolução técnica na fase europeia”

A Hispania Racing poderá aproximar-se da Virgin e da Lotus neste final de semana no GP da Austrália, mas o primeiro salto técnico só deverá ser visto a partir da fase européia, cuja abertura será o GP da Espanha, marcado para nove de maio, em Barcelona. A avaliação é do estreante Bruno Senna, que passou por um batismo de fogo na etapa inaugural do calendário no Bahrein.

Bruno está na Austrália há dez dias. Viajou para Sidney na noite da corrida de Sakhir e nesta quarta-feira seguirá para Melbourne, circuito urbano que foi palco de sua primeira vitória no automobilismo. Em 2006, Bruno ganhou três das quatro provas da Fórmula 3 australiana incluídas na programação da Fórmula 1. Sem o problema da adaptação ao traçado, Bruno acredita que as informações coletadas no Bahrein serão úteis para ajudar a HRT F1 Team a alcançar a meta de completar seu primeiro grande prêmio.

Como shakedown, o final de semana no Bahrein pode ser considerado um sucesso. Estamos aprendendo bastante sobre o carro e a equipe e vamos melhorar muito à medida que ganhemos mais quilometragem, comentou Bruno. Agora, a tendência é que nos aproximemos das outras equipes novas, sem contar o aumento na confiabilidade, continuou. Realisticamente, porém, é na Europa que o carro será desenvolvido e a diferença para todas as equipes deverá cair.

Sem ter participado dos testes de pré-temporada, os carros da HRT F1 Team rodaram apenas na pista de Sakhir – Bruno andou nos treinos livres de sexta-feira, mas o companheiro Karun Chandhok conseguiu sair dos boxes apenas para as tomadas classificatórias do sábado. Por isso, os pilotos só conheceram grande parte do corpo técnico da equipe no próprio local.

Tivemos diversas reuniões e procurei passar a eles o máximo possível de informações. Meu relacionamento com eles está melhorando e fiquei contente de ver o pessoal trabalhando com tanto empenho, elogiou Bruno.

[Fonte: espnbrasil.terra.com.br] - Autor: ESPN/AG - Foto: Google

Novo sistema de pontuação é aprovado pelos fãs

Michael Schumacher foi eleito o mais popular entre os fãs.

Pesquisa da Fota colheu opiniões de mais de 90 mil espectadores de 180 países

Em uma pesquisa realizada pela Associação das Equipes de F-1 (Fota), o novo sistema de pontuação da principal categoria do automobilismo ganhou a aprovação dos fãs, que destacaram a maior competitividade entre pilotos e equipes.

Durante o processo de pesquisa, foram ouvidos mais de 90 mil fãs de 180 diferentes países. Dentre os assuntos abordados, esteve em pauta a simpatia deles pelas equipes, pilotos e a opinião sobre dirigentes da categoria.

Dentre os entrevistados, 44,9% das pessoas acha que o sistema de pontuação de 25-18-15-12-10-8-6-4-2-1 é muito bom. Entretanto, 61,9% acham que deveria existir um espaço maior entre o primeiro e segundo colocados.

Como equipe mais popular, os fãs votaram na Ferrari, ao passo que Michael Schumacher foi eleito o mais popular, superando Fernando Alonso, segundo, e Kimi Raikkonen, o terceiro mais votado.

Os fãs da categoria também colocaram a cobertura em alta definição (HD) no topo de sua lista de preferências (65,7%), seguido pela opção de interagir e seguir um carro em específico durante a corrida (53,7%) e assistir às corridas pela internet (52,4%).

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Da Redação  - Foto: Google