Início > Uncategorized > O sorriso de Alonso

O sorriso de Alonso

Fernando Alonso deu entrevistas depois das quatro sessões de testes da pré-temporada dizendo que a F10 é o melhor carro que guiou na vida. Jenson Button, do alto de sua posição de campeão do mundo, falou que o sorrisinho do espanhol depois de cada treino passou a ser sua grande preocupação no ano.

por Flávio Gomes, para o ESPN.com.br

Alonso guiou duas porcarias de carros nos últimos dois Mundiais, o que pode influenciar em seu julgamento da nova Ferrari. Em 2007, quando chegou à McLaren, entrou no campeonato como favorito ao título. Pegou um carro tão bom quanto o Renault que lhe deu o título de 2006 e teve uma disputa ferrenha com o então estreante Lewis Hamilton. A dupla perdeu o campeonato para Kimi Raikkonen por um mísero ponto, 110 para o finlandês, 109 para cada um dos prateados.

O fato de ter pego carros ruins na volta à Renault não apagou o brilho de Fernandinho, que conseguiu ganhar corridas num time francês nitidamente decadente. É opinião geral na F-1 de que ele é o melhor piloto em atividade, embora não tenha uma superioridade tão clara em relação aos demais como teve Schumacher no auge, por exemplo.

De fato, a geração atual é excelente, e apesar de ostentar certa vantagem no currículo e no estilo, Alonso tem concorrentes à altura. Vettel, por exemplo, é excepcional. Massa é fortíssimo, o piloto que mais evoluiu nos últimos tempos. Button e Hamilton são os dois últimos campeões, é preciso respeitar ambos. E Schumacher é alguém de quem nunca se deve esperar pouco.Por isso, talvez seja cedo para cravar o asturiano como favorito à taça de 2010.

O que dá para dizer, por enquanto, é que ele parece muito mais à vontade na Ferrari do que quando correu pela McLaren, onde encontrou um ambiente senão hostil, claramente favorável a Hamilton, bibelô dos ingleses.

Massa também é muito querido em Maranello, mas a relação com o time não é a mesma que Lewis tinha com seus patrões. O britânico era a mais pura tradução do que se chama de “cria da casa”, paparicado de todas as formas — especialmente porque é um piloto estupendo —, e Alonso não soube lidar com a situação. Quebraram o pau antes da metade da temporada, o clima ficou insuportável, e ele acabou saindo.

A julgar pela performance apresentada na pré-temporada, a Ferrari parte um pouquinho adiante de suas concorrentes nas primeiras quatro provas do calendário, todas fora da Europa. É o período mais importante do ano para seus pilotos. Quem sair na frente, desconfio, chega na frente.

Nem USF1, nem Stefan

E finalmente saiu a lista das equipes que começam o Mundial a partir do dia 12, com os primeiros treinos livres no deserto de Sakhir. Assim, acaba a novela da USF1, excluída do campeonato, e da Stefan GP — que, coitada, não vai mesmo correr. Serão 12 os times, 24 os carros, alguns muito fracos, como os da Virgin, Lotus e Hispania, mas com previsão de uma ótima disputa na frente. Que venha o Bahrein, pois.

Hispania é o nome

Outra novela que terminou foi a da Campos, que virou HRT, segundo a FIA. Seu novo dono, José Carabante, ex-sócio de Adrián Campos, de quem comprou a totalidade do time, tem uma empresa do ramo imobiliário chamada Hispania. Queria usar a marca, mas pelo jeito não deixaram. Na lista, a Hispania Racing F1 Team aparece apenas com a sigla HRT. Senninha e Chandhok vão para a pista sem nenhum teste. Não vai ser fácil para nenhum dos dois. O indiano foi o último piloto inscrito no campeonato. Ele é velho conhecido de Bruno, porque ambos foram companheiros na iSport, em 2008, na GP2. Time estreante, dupla estreante. Não dá para esperar muita coisa.

Esticaram a pista

O GP barenita, no dia 14, será disputado numa pista bem modificada em relação àquela que vem sendo usada desde 2004. O circuito ganhou um longo trecho de oito curvas e teve sua extensão ampliada para 6.299 m, tornando-se o segundo maior do calendário — perde apenas para Spa-Francorchamps. A corrida terá 49 voltas. Até o ano passado, eram 57 voltas, numa pista de 5.412 m de extensão.

[Fonte: espnbrasil.terra.com.br] - Autor: Flávio Gomes - Foto: Google
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: