Início > Uncategorized > Lições de Jerez de la Frontera

Lições de Jerez de la Frontera

Lucas Di Grassi em Jerez de La Frontera – 13Fevereiro2010

Ico, repórter especial do Tazio, conta suas impressões dos últimos testes

A partir desta quinta-feira, onze equipes da F-1 estarão reunidas em Barcelona para o último teste da pré-temporada. A previsão de um clima ameno e sem chuvas anima os pilotos e engenheiros, depois de dias de muita chuva na semana passada em Jerez de la Frontera.

Mas se a água atrapalhou a programação das equipes, ele não influiu na quilometragem acumulada: foi o teste coletivo em que as equipes mais andaram até agora.

Depois de conversar com alguns pilotos, engenheiros e jornalistas que estiveram em Jerez na última semana, foi possível tirar algumas conclusões. No momento, não há nenhuma equipe claramente há frente das outras, mas os times parecem divididos em três pelotões.

Na frente estão McLaren, Mercedes, Red Bull e Ferrari – com a equipe de Michael Schumacher apresentando ainda uma ligeira desvantagem. O pelotão do meio traz Williams, Renault, Force Índia, Toro Rosso e Sauber – os suíços, aparentemente um pouco à frente. Por último, ainda lidando com as dificuldades inerentes de um projeto inteiramente novo, temos Virgin e Lotus.

Mas isto não significa que o quadro permanecerá assim até o GP do Bahrein. A maioria das equipes vai trazer modificações importantes nos carros para os testes de Barcelona. Num quadro de equilíbrio como este, uma idéia que dê certo pode lançar um time lá na frente.

Vale frisar também que nenhuma equipe fez ainda uma simulação de corrida – as que tentaram, foram atrapalhadas por bandeiras vermelhas. Ou seja, ainda há o que aprender antes de traçar os planos de acerto e estratégia para a abertura da temporada.

Confira abaixo alguns detalhes do estágio em que cada equipe está:


  

McLaren (4.072 kms percorridos na pré-temporada) – Jenson Button conseguiu o melhor tempo absoluto da semana passada em Jerez e a impressão geral é de que o time inglês está com uma das melhores performances do grid, especialmente numa volta rápida. O carro quebrou pouco, mas ainda existem algumas áreas de preocupação quanto à confiabilidade.


Mercedes (4.260 kms percorridos na pré-temporada) – O carro não apresentou um único defeito na última semana, mas o equilíbrio preocupa os pilotos já que a traseira do W01 fica instável nas freadas. O time pretende sanar o problema com um grande update para Barcelona. Em termos de velocidade, o carro não deve em nada para os dos seus principais adversários na temporada.


Red Bull (2.981 kms percorridos na pré-temporada) – O RB6 é um carro veloz, em condições de classificação e de corrida, o que deixa o time de Sebastian Vettel e Mark Webber numa boa posição para o início da temporada. Mas alguns defeitos mecânicos, e uma quebra do motor Renault em Jerez deixaram algumas dúvidas quanto à confiabilidade do modelo.


Ferrari (5.319 kms percorridos na pré-temporada) – É dos times de ponta o que melhor solucionou o problema de graining dos novos pneus Bridgestones, apresentando tempos muito consistentes em ritmo de corrida. O F10 também é resistente, mas aparenta estar um pouquinha atrás de McLaren e Red Bull com o carro leve. Fernando Alonso, porém, esbanjou tranqüilidade depois dos testes: Ainda não mostramos todo nosso potencial“.


Williams (5.097 kms percorridos na pré-temporada) – Teve um desempenho de uma equipe bem estabelecida no pelotão intermediário, mas não tão perto das equipes de ponta. Mas o diretor da Cosworth, Mark Gallagher, afirmou que o motor ainda não foi exigido ao máximo, com o foco concentrado na sua resistência. A base é boa e, se o motor tiver reservas, o time de Rubens Barrichello pode causar algumas surpresas.


Renault (3.776 kms percorridos na pré-temporada) – O segundo melhor tempo da semana obtido por Robert Kubica não ilude a ninguém dentro da equipe. O R30 apresentou dificuldades em manter um bom ritmo de corrida e o time ainda trabalha para encontrar um acerto básico para o modelo que agrade aos pilotos. Está no pelotão intermediário, mas ainda falta muito para incomodar os times de ponta.


Force India (2.626 kms percorridos na pré-temporada) – O carro mostrou um bom potencial nos setores mais velozes de Jerez de la Frontera, mas problemas de graining nos pneus influenciaram negativamente no ritmo de corrida da equipe. A expectativa é de que temperaturas mais altas e mudanças no acerto solucionem o problema.


Toro Rosso (4.316 kms percorridos na pré-temporada) – Outra equipe do pelotão intermediário que deixou uma boa impressão. O ritmo de corrida do STR5 é bom e o modelo não teve nenhum problema grave de resistência. Falta ainda melhorar a performance do carro em voltas rápidas e decidir qual tipo de freio deixa os pilotos mais à vontade.


Virgin (1.023 kms percorridos na pré-temporada) – Enfrentou um problema hidráulico persistente na última semana, o que atrapalhou demais o trabalho de desenvolvimento do VR-01. A prioridade da equipe de Lucas di Grassi em Barcelona é melhorar a confiabilidade do modelo, para chegar ao Bahrein ao menos com a confiança de terminar a prova. Em termos de performance, o time se mostrou melhor que a Lotus neste início.


Lotus (1.395 kms percorridos na pré-temporada) – Em sua primeira semana de atividades, viveu um quadro oposto ao da Virgin. O T107 se mostrou bastante confiável e os pilotos da Lotus puderam completar uma extensa quilometragem. Mas a velocidade do carro demonstrou que ainda há muito a fazer para melhorar a performance. A distância para o pelotão intermediário ainda é enorme.


Sauber (3.440 kms percorridos na pré-temporada) – Perdeu muito tempo em Jerez com um problema na bomba de combustível. Aparentemente solucionado. Na pista, o carro do time deixou uma boa impressão em todas as condições e Kamui Kobayashi encerrou a semana com o 3° melhor tempo. Deve começar o ano bem, mas a falta de recursos pode frear o desenvolvimento de um carro com um bom potencial.

 

[Fonte: tazio.uol.com.br] - Autor: Ico - Foto: Google
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: